13 de abr de 2011

ESTUDANTE DA PUC RIO ENTREVISTA INTEGRANTES DA RADIO EVIL!!!


Entrevistador: Bernardo Berman

Como se conheceram?
ESTUDAMOS JUNTOS NO COLÉGIO EM 1994, GOSTÁVAMOS DE METAL E NOS TORNAMOS AMIGOS.

Como surgiu a idéia da radio?
HÁ 20 ANOS VIVEMOS O METAL EXTREMO. FREQUENTAMOS SHOWS, LEMOS REVISTAS, SITES ESPECIALIZADOS E TEMOS UM ACERVO DE MAIS DE 10 MIL MÚSICAS CADA. EM 2009 CRIAMOS UMA RÁDIO ESPECIALIZADA NESSE ESTILO. ALÉM DE ENTREVISTAS E SETLISTS ANTECIPADOS DE SHOWS INTERNACIONAIS, OS PROGRAMAS ABORDAM DIVERSOS ASSUNTOS QUE SÃO TRATADOS NAS LETRAS DO METAL, COMO GUERRAS, MORTE, VIOLÊNCIA, SATANISMO etc...
QUEREMOS MOSTRAR QUE OS ADMIRADORES DE METAL EXTREMO SABEM QUE MUNDO É PODRE E QUE AS RELIGIÕES CEGAM O SER HUMANO.
NÃO HÁ NO MUNDO UMA RÁDIO COMO A RÁDIO EVIL.

Quais recursos usaram pra botar a idéia em pratica?
Recursos grátis.
Softwares baixados gratuitamente, como o Audacity(gravação), blog grátis(blogger) etc...
O único investimento foi em marketing com camisetas e flyers.

Quais as variações de metal que tocam na rádio?
A MAIORIA É METAL EXTREMO, DEATH, BLACK, THRASH E GRINDCORE. MAS TEMOS UM BLOCO DEDICADO AO METAL CLÁSSICO, UMA HOMENAGEM AOS FUNDADORES DO ESTILO, ONDE TOCAMOS BLACK SABBATH, IRON MAIDEN, JUDAS PRIEST, MERCYFUL FATE ETC...

Como avaliam o mercado para estilo de música que toca na rádio?
TRATA-SE DE UM MERCADO RESTRITO, PORÉM FIEL. OS AMANTES DE METAL, PRINCIPALMENTE DO GÊNERO EXTREMO, SENTEM FALTA DE MEIOS DE COMUNICAÇÃO VOLTADOS A ESTE ESTILO.

Porque a escolha da internet como meio de difusão da rádio?
PORQUE É A FORMA MAIS RÁPIDA E BARATA DE SE CHEGAR AO OUVINTE. A INTERFACE É MAIS DINÂMICA. PELO SISTEMA DE PODCAST OS PROGRAMAS FICAM DISPONÍVEIS PARA SEREM OUVIDOS DE ACORDO COM A COMODIDADE DE CADA UM.PODEM BAIXAR NO IPOD, MP3, GRAVAR EM CD, ACESSAR O BLOG E OUVIR ONDE E QUANDO QUISER.

Como que vocês administram a rádio? Como são os programas? O que vocês pretendem mostrar?
OS DOIS FAZEM TUDO.
PRIMEIRO ESCOLHEMOS O ASSUNTO PRINCIPAL DO PROGRAMA E PESQUISAMOS MUITO, DEPOIS NOS FALAMOS VIA SKYPE TROCANDO ARQUIVOS E ESCOLHENTO O SETLIST. ENTÃO NOS ENCONTRAMOS PESSOAMENTE PARA GRAVAR E POSTAR.
OS PROGRAMAS POSSUIEM UM TEMA PRINCIPAL E É DIVIDIDO EM 8 BLOCOS COM APELO SUBJETIVO, ONDE ESCOLHEMOS A BANDA PELA LETRA. HÁ OS BLOCOS: DO GELO; CLÁSSICO; SATÂNICO; AO VIVO; INJUSTIÇADAS; BRASILEIRAS; SANGUE, TRIPAS E VÔMITO E AS QUE ABORDAM O TEMA PRINCIPAL.
NO INÍCIO OS PROGRAMAS ERAM SEMANAIS DEPOIS MENSAIS.
NUM CLIMA DE HUMOR NEGRO, ABORDAMOS ASSUNTOS POLÊMICOS COM EMBASAMENTO TEÓRICO. LEVAMOS CULTURA PARA OS OUVINTES DE UMA FORMA QUE SE TORNA AGRADÁVEL O APRENDIZADO.

Como atrair as pessoas?
SÃO 2 FORMAS PRINCIPAIS. UMA É ATRAVÉZ DAS REDES SOCIAIS, ESTAMOS PRESENTES NO MYSPACE, FACEBOOK, ORKUT E TWITTER. OUTRA É CHEGANDO DIRETAMENTE AO PÚBLICO, DISTRIBUINDO FLYERS NA PORTA DOS SHOWS E USANDO A CAMISETA DA RÁDIO.

Como é feita a pesquisa do material apresentado nos programas?
ALÉM DA PRÓPRIA INTERNET, CONSULTAMOS LIVROS E CONVERSAMOS COM ESPECIALISTAS.

Existe algum tipo de preconceito contra o Death Metal?
EXISTEM VÁRIOS. ALGUNS CHAMAM DE BARULHO, MAS NÃO SABEM QUE, JUNTAMENTE COM O JAZZ, OS MELHORES MÚSICOS FAZEM PARTE DESTE GÊNERO. REALMENTE, NÃO É UM ESTILO ACESSÍVEL, SENDO NECESSÁRIO BOM GOSTO E/OU CONHECIMENTO MUSICAL. AS MUITAS NOTAS TOCADAS AO MESMO TEMPO EM TODOS OS INTRUMENTOS, PRIORIZANDO OS SONS GRAVES, VOCAIS GUTURAIS E LETRAS SUBVERSIVAS TORNAM A MÚSICA SOMBRIA E AGRESSIVA. PARA QUEM OUVE GÊNEROS QUE NEM PODEM SER CONSIDERADOS MÚSICA, COMO AXÉ, PAGODE, FUNK, ENTRE OUTROS, O DEATH METAL É INALDÍVEL E NÃO FAZEMOS NENHUMA QUESTÃO QUE ESTAS PESSOAS OUÇAM A RADIO.
OUTRO PRECONCEITO É GENERALIZAR QUE OS HEADBANGERS (APRECIADORES DE METAL EXTREMO) SÃO VIOLENTOS, BURROS, BÊBADOS E DROGADOS. ESTE TIPO DE SER HUMANO É ENCONTRADO EM TODOS OS ESTILOS, INCLUSIVE HÁ MUITO MAIS VIOLÊNCIA, DROGAS, E ALIENAÇÃO EM RAVES, POR EXEMPLO, DO QUE EM SHOWS DE METAL.

Vocês pretendem ampliar a rádio? Quais são as idéias, planos futuros etc?
ESTAMOS COM IDÉIAS AMBICIOSAS PARA O FUTURO PRÓXIMO.
O PRIMEIRO PASSO FORAM AS ENTREVISTAS COM BANDAS INTERNACIONAIS QUE COMEÇARAM A ACONTECER APÓS UM ANO DE EXISTÊNCIA. JÁ ESTÁ SENDO UM SUCESSO PORQUE NOSSAS PERGUNTAS SÃO MUITO DIFERENTES DAS HABITUAIS PUBLICADAS EM REVISTAS OU RADIOS, POIS, ALÉM DE CONHECERMOS PROFUNDAMENTE A MÚSICA DO ENTREVISTADO, SOMOS DESPROVIDOS DE AMARRAS COMERCIAIS E RELIGIOSAS.
OUTRO PROJETO É FAZER UMA LOJA VIRTUAL. VENDENDO DESDE CAMISETAS TEMÁTICAS, MINIATURAS DE PERSONAGENS DE FILMES DE TERROR, ATÉ ARMAS MEDIEVAIS.
 TEMOS TAMBÉM UM PROJETO PARA UMA AGÊNCIA DE TURISMO. FAREMOS EXCURSÕES PARA OS SHOWS.

O meio independente é mais vantajoso?
SEM DÚVIDA. A LIBERDADE É TOTAL, NUNCA IREMOS PARA UMA RÁDIO AM/FM OU TV. A FORMA COM QUE TRATAMOS OS ASSUNTOS É EXTREMAMENTE POLÊMICA E COM CERTEZA SERÍAMOS CERCEADOS.

A ENTREVISTA VIROU MATÉRIA!!!

http://www.juliacruz.pro.br/site/index.php?option=com_content&view=article&id=47:metal-teorico-na-internet&catid=7:cultura&Itemid=8

Nenhum comentário: